Terraplanistas defendem que homem não foi à Lua e o Sol é uma lâmpada

Em entrevista ao Pânico, Anderson Neves e Allan Silva defenderam a teoria da Terra plana

  • Por Jovem Pan
  • 11/12/2019 14h03
Jovem PanAnderson Neves e Allan Silva foram os convidados do Pânico nesta quarta-feira (11)

Os pesquisadores Anderson Neves e Allan Silva defenderam, no Pânico desta quarta-feira (11), a teoria da Terra plana. Para eles, o planeta não é uma esfera.

“Ninguém nunca mostrou o globo”, disse Neves. “Não há fotos do globo terrestre, são só desenhos”, continuou o empresário. Ele acredita que a Terra é plana e limitada pela Antártida, que, na verdade, é um paredão de gelo que segura as águas dos oceanos.

A dupla não acredita em relatos de astronautas que dizem ter visto que a Terra é redonda. “O Marcos Pontes [único brasileiro a ir ao espaço] não falou que viu uma bola, disse que dá para ver meio arredondado lá de cima”, contou Anderson Neves. “Ele não fez uma afirmação objetiva. O pessoal tem dado sinais para quem observa.”

Farsa da Nasa

Neves e Silva explicaram que a Nasa sabe que a Terra não é redonda, mas mantém a suposta farsa para não perder dinheiro. Eles também não acreditam que o homem pisou na Lua.

“A ida do homem à Lua é uma farsa, foi feita em estúdio”, afirmou Anderson Neves. “Eu observo a Lua com zoom e não há nenhum vestígio de que o homem tenha ido”, continuou, também defendendo que a Estação Espacial Internacional é uma farsa.

A dupla ainda levantou o ponto de que o Sol é, na verdade, uma lâmpada. “Como uma bola de fogo pode se alimentar no espaço sem oxigênio?”, questionou Allan Silva.

Disseminação da teoria

Os pesquisadores também explicaram por que a teoria da Terra plana vem ganhando tanto espaço nos últimos tempos. Eles afirmaram que a tese sempre existiu, mas agora há mais espaço para divulgação.

“O pessoal não tinha voz na mídia. O YouTube e outros canais da internet permitiram que você pegue um livro e compartilhe”, disse Anderson Neves. “Trazemos outros pontos de vista e procuramos chegar em pontos em comum. A verdade foi suprimida”, definiu o empresário.