Thammy Miranda fala sobre sua relação com Gretchen: “destruí o castelinho dela”

  • Por Jovem Pan
  • 06/02/2014 13h56
Thammy Miranda foi a convidada do Pânico na Jovem Pan, nesta quinta-feira (6)

O ano de 2006 representou uma grande mudança na vida de Thammy Miranda. Nessa época, a atriz, até então cantora e dançarina, afirmou publicamente que era lésbica. Ao mesmo tempo, mudou radicalmente seu visual: cortou o cabelo, fez topete e passou a usar outros estilos de roupas, mais largas e compridas. A transformação causou polêmica, afinal, ela já havia namorado diversos homens, incluindo o músico Rafael Vanucci. Além de ser bombardeada por críticas do público, viu sua relação com a mãe, a cantora Gretchen, ficar bastante abalada. Em entrevista ao Programa Pânico, nesta quinta-feira (6), a artista relembrou o conturbado período e contou que a relação com a família demorou a se estabilizar. 

“Às vezes os pais projetam sonhos em cima de nós e os decepcionamos. Minha mãe, por exemplo, se decepcionou comigo. Hoje acho que ela já entendeu que não tem como controlar. Mas, em um primeiro momento, eu destruí o castelinho dela. Ela tinha projetado que eu seria a Gretchen dos anos 2000. E, mesmo sendo moderna e ícone do público GLS, surtou quando eu me assumi”, disse. 

A convidada da bancada (que esteve nos estúdios da Jovem Pan acompanhada da namorada, a lengendete Andressa Ferreira) aproveitou o rumo da conversa para contar como enfrentou o processo de descoberta da sua sexualidade. 

“Eu nasci lésbica. Namorei vários meninos, incluindo o Rafa, por que até você se aceitar é complicado. Você luta com você mesma por muito tempo. Mas, depois que aceita, é um caminho sem volta”, explicou. 

Thammy adiantou que atualmente está escrevendo uma autobiografia em que contará essas e outras histórias com ainda mais detalhes. O intuito, de acordo com ela, é ajudar os pais de outros gays a lidarem de maneira mais tranquila com este tipo de situação. 

“O livro vai ajudar mais os pais que as próprias pessoas homossexuais. Vai ajudá-los a entender o que se passa dentro da gente. E é complicado, às vezes nem a gente mesmo entende. Vão entender que não fazemos nada para chamar atenção”, afirmou. Thammy Miranda fala sobre sua relação com Gretchen: “Destruí o castelinho d

A artista falou ainda sobre os casos de preconceito que já sofreu – e continua sofrendo – no dia a dia. Contou, por exemplo, que certa vez foi expulsa de uma padaria de São Paulo apenas por ter dado um selinho em uma ex-namorada. 

“Na hora foi tão constrangedor que eu só quis ir embora dali. Você se sente muito mal. Depois eu queria voltar e jogar uma bomba, mas no momento senti muita vergonha. É uma sensação horrível. E talvez isso seja até bobinho, fico pensando em quem sofre coisas bem piores”, afirmou. 

Em 2012, Thammy fez parte do elenco de Salve Jorge, novela das 21h da TV Globo escrita por Glória Perez. Durante o bate-papo no programa, ela revelou que era para ter um papel pequeno e sem expressividade que acabou sendo ampliado por pedidos dos espectadores. 

“Dei o meu melhor. Meu papel era para ser pequeno, não era para ter muitas falas. Até por que eu nunca tinha estudado, nunca tinha atuado. Quando a delegada (Helô, vivida por Giovanna Antonelli) entrasse para a Polícia Federal, era para eu sumir. Mas a Glória me ligou e falou que tinha recebido pedidos para que eu continuasse. Aí veio a ideia de me vestir de mulher e me infiltrar na máfia. Tive para isso uma professora excepcional, que foi a Giovanna. Devo muito a ela. Me ensinava tudo, me encaixava na luz”, disse. 

Thammy também falou sobre seus próximos planos profissionais, que inclui uma comédia que está para estrear nos cinemas e a reabertura de uma casa noturna na capital paulista, e relembrou outros momentos marcantes da carreira, como o filme pornô que fez com uma antiga namorada. Confira a íntegra no áudio.