‘Todo mundo sabe o quanto sofreu nos 13 anos de PT’, diz Fiuza sobre candidatura de Lula

‘Brasil não acredita nesse personagem’, afirmou o comentarista em entrevista ao Pânico

  • Por Jovem Pan
  • 16/05/2022 15h45
Reprodução/Pânico Guilherme Fiuza Guilherme Fiuza foi o convidado do programa Pânico desta segunda-feira, 16

Nesta segunda-feira, 16, o programa Pânico recebeu o comentarista Guilherme Fiuza. Em entrevista, ele comentou sobre o favoritismo do petista nas pesquisas eleitorais da eleição de 2022. “Ninguém acredita no Lula, nem ele. É uma assombração. No início do governo dele, ele era muito popular, depois foi a roubalheira que todo mundo viu. É uma página virada. Ele foi reabilitado depois dos crimes que cometeu”, disse. “São esses que não gostam da democracia, que não estão gostando da ideia de povo na rua. É claro que o Brasil não acredita nesse personagem. O Brasil sabe o que ele fez. O país sabe o quanto sofreu nos 13 anos de PT. Todo mundo sabe, não é uma controvérsia.”

Fiuza ainda opinou sobre o lançamento oficial da chapa entre Lula e Geraldo Alckmin. “É uma vergonha o que Alckmin está fazendo. É um pacto de cinismo, vamos todos fingir que Lula não é o Lula para voltar a quebrar essa representação democrática. Esse Lula não existe, ele é uma tentativa”, afirmou. Para ele, a possível eleição do petista pode se tratar de um terreno favorável para o beneficiamento de grandes instituições e bilionários. “A gente vê nos Estados Unidos o que aconteceu nas eleições. A mania nova é um clube de bilionários querer tomar as instituições e mandar na sociedade. É claro que o Lula hoje é muito mais a oportunidade de ser um preposto do que o discurso que ele está fazendo.”

Confira na íntegra a entrevista com Guilherme Fiuza: