Trio de “Porta dos Fundos” admite que fazer humor na Globo era "horrível" e revela medo em saída

  • Por Jovem Pan
  • 28/06/2016 14h25
Jovem Pan

O trio do “Porta dos Fundos” Gregório Duvivier, Rafael Portugal e Gabriel Totoro esteve no Pânico desta terça-feira (28) e falou sobre a criação do canal e também sobre a passagem pela Rede Globo.

Referência em comédia, o canal “Porta dos Fundos” surgiu depois de todos estevam “cansados de tentar fazer humor na Globo”. A solução, então, foi partir para a internet.

Para Gregório Duvivier, um dos fundadores do “Porta”, desenvolver esse gênero na televisão aberta era horrível, por causa da limitação de assunto: “não podia falar nada, religião, política, sacanagem, que é exatamente com isso que a gente trabalha”.

Se eles tiveram medo de sair de uma das maiores emissoras brasileiras? “Dava um p*ta medo! Todo mundo era da Globo, ou escrevendo ou atuando. Mas às vezes a gente tem que criar a nosso próprio mercado. É péssimo você ficar à mercê de convites”, explicou Duvivier.

Contrato Vitalício

Os humoristas agora estão apostando também no cinema. O longa “Contrato Vitalício”, que estreia nesta quinta-feira (30) é o primeiro no currículo da galera do “Porta dos Fundos”. Depois de muito sucesso no Youtube, Gregorio Duviver admitiu que atender às expectativas do público é uma das coisas que ele tem mais medo.