Youtuber Marcela Tavares diz que mudou postura após ameaças e vaias: "amadureci"

  • Por Jovem Pan
  • 04/04/2018 14h10
Johnny Drum/Jovem PanHumoristas comentaram os desafios que tem enfrentado no mundo do humor

Marcela Tavares começou sua carreira no humor de maneira despretenciosa: publicando vídeos na internet com críticas bem-humoradas aos problemas políticos do Brasil. Aos poucos foi ganhando notoriedade e em alguns meses acumulou uma impressionante legião de fãs. Seu canal no YouTube, por exemplo, possui mais de 670 mil seguidores. Sua página do Facebook, mais de 5 milhões de curtidas. Acontece que sua maneira direta e eventualmente agressiva de se expressar fez com que criasse também inimizades. Ela chegou a ser ameaçada na internet e recebeu vaias em uma de suas maiores apresentações. E aprendeu com tudo isso. Hoje, garante que continua com as mesmas opiniões, mas diz ter arrumado um jeito mais “pacífico” de se expressar.

“Agora estou calma. Estou tomando Rivotril, medicada (risos). Não mudei minha opinião, mas evoluí um pouquinho. Dei uma pequena amadurecida. É a idade, né?”, disse nesta quarta-feira (4) em entrevista ao Pânico na Rádio. “Acho que continuar fazendo a mesma coisa vai te fazer cair na mesmice e enjoar. Uma hora precisa de uma fórmula nova para conquistar mais gente. Para as pessoas se surpreenderem. Comecei de uma forma que muitas pessoas achavam rasa e agressiva. Só que evoluí. Sinto a mesma revolta, mas arrumei um jeito mais elegante de mostrar isso. Acho legal amadurecer”, disse. 

Entre as mensagens mais pesadas que ela diz ter recebido dos haters na internet estão ofensas de diferentes cunhos e ameaças de agressão física (e até mesmo de morte) a ela e a seus familiares. Em relação às vaias citadas anteriormente, você deve lembrar. Aconteceu em 2016 em uma casa de shows em Nova York, nos Estados Unidos, quando ela fez uma série de piadas para criticar a situação da economia brasileira.

“Já me falaram que sabiam onde eu morava e iriam matar minha mãe. Coisas desse nível. Mas depois que comecei a responder, eles sumiram. Respondo tudo, com nome e sobrenome. Nada demais, respondo com amor e carinho. E eles deram uma sumida. Um ou outro aparece de vez em quando para entrar nos meus vídeos e só. Quando você decide se expor, fica vulnerável. Não dá para voltar atrás. Se você se expressa assim, os outros tambám podem. No começo eu me trancava em casa com medo de morrer. Depois acostuma e você vê que quem fala não faz”, declarou.

O mesmo acontece também com o comediante Matheus Ceará, outro convidado da bancada. Assim como a colega, ele passou nos últimos meses por uma grande mudança de viés em seu trabalho. – em suas próprias palavras, sem perder a “essência suja”. 

“Me desvinculei do personagem (famoso no televisivo A Praça É Nossa) e estou fazendo um show de cara limpa. Fizemos também um projeto musical. Nesta quinta (5), lanço o videoclipe de Pegada do Papai, música que vai estar em todas as plataformas digitais. Lançarei outras depois. Foram produzidas pelo Rick Bonadio. Ele deu uma ‘gourmetizada’ no Ceará (risos). Trocou a roupa, colocou um toque familiar. Tirou aquele peso”, explicou. “Se não inovar você vai ficar para trás. Mas você tira a pessoa do Ceará e não tira o Ceará da pessoa. Em questão de carreira, a Marcela viu que ou mudava ou parava. Eu também. Subi meu show novo no YouTube e está com mais de 1 milhão de views. O pessoal consome”. 

Marcela Tavares pode ser vista no espetáculo Danos Morais neste sábado (7) no Teatro Renaissance, em São Paulo. Ingressos e mais informações estão no site do estabelecimento.

Ceará apresenta o stand-up Inédito para Quem Nunca Viu… Mesmo! em Minas Gerais nas cidades de Nova Lima, Três Corações e São João Del Rei neste fim de semana. Em seguida, volta a São Paulo para um show em Campinas. Para saber mais, basta entrar na agenda de seu site oficial.