Papa Francisco expressa tristeza e preocupação após massacre em Manaus

  • Por Jovem Pan
  • 05/01/2017 07h03
VTC04 CIUDAD DEL VATICANO 31/08/2016.- El papa Francisco asiste a la audiencia general de los miércoles en la Plaza de San Pedro en el Vaticano hoy, 31 de agosto de 2016. EFE/Giorgio OnoratiPapa Francisco - EFE

Durante audiência-geral no Vaticano, o Papa Francisco manifestou sua dor após as 56 mortes durante a rebelião no Complexo Penitenciário Anísio Jobim de Manaus, capital do Amazonas.

O pontífice expressou tristeza e preocupação com o que aconteceu e convidou todos a rezar pelos mortos, pelas suas famílias, por todos os detidos na prisão e por aqueles que ali trabalham.

O Papa ainda renovou o apelo para que instituições prisionais sejam locais de reabilitação e reintegração social e que as condições de vida dos detidos sejam dignas de seres humanos.

Vale lembrar que o Papa Francisco já recebeu detidos no Vaticano e, em suas viagens ao exterior, muitas vezes visita prisões.

Confira a reportagem completa de Daniel Lian: