Para concorrer com Uber, app de táxi amplia desconto aos usuários

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2016 09h39
File illustration picture showing the logo of car-sharing service app Uber on a smartphone next to the picture of an official German taxi sign in Frankfurt, September 15, 2014. A Frankfurt court earlier this month instituted a temporary injunction against Uber from offering car-sharing services across Germany. San Francisco-based Uber, which allows users to summon taxi-like services on their smartphones, offers two main services, Uber, its classic low-cost, limousine pick-up service, and Uberpop, a newer ride-sharing service, which connects private drivers to passengers - an established practice in Germany that nonetheless operates in a legal grey area of rules governing commercial transportation. REUTERS/Kai Pfaffenbach/Files (GERMANY - Tags: BUSINESS EMPLOYMENT CRIME LAW TRANSPORT)Taxistas reclamam da falta de regulamentação do app Uber

Para concorrer com o Uber, aplicativo 99 Taxi decide ampliar o desconto concedido aos usuários. Até então, quem utilizava o serviço poderia fazer conseguir uma redução no valor total da corrida de até 20%.

A partir desta quarta-feira (24), o desconto passa a ser de 30% nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Curitiba e Salvador.

A iniciativa visa frear o aumento das corridas por meio de aplicativos de transporte individual como o Uber.

Os taxistas afirmam que o faturamento nos últimos meses caiu pelo menos 50% devido à concorrência e também à crise econômica.

O Gerente de Relações Públicas da 99 Taxi, Ricardo Kaufmann, disse que o passageiro vai poder comparar os preços dos serviços antes de começar a viagem. “Existem simulações que você faz a simulação e o táxi sai mais barato. Com esse desconto de 30% é garantido que o preço do táxi vai ser competititvo em relação ao Uber e com a vantagem do corredor”.

O aplicativo também vai permitir ao taxista aceitar corridas tanto de tarifa cheia quanto corridas com desconto simultaneamente. Anteriormente, quando o motorista escolhia uma modalidade, ele inviabilizava a outra.

*Informações do repórter Anderson Costa