Para poupar energia, Venezuela estabelece feriado às sextas-feiras

  • Por Jovem Pan
  • 08/04/2016 08h24
Nicolás Maduro

 O governo da Venezuela segue adotando medidas drásticas para evitar um colapso energético no país. Nos meses de abril e maio, todas as sextas-feiras, incluindo a desta semana, serão feriados em repartições públicas.

O setor privado também sofre. Há meses, shoppings em todo o país só estão recebendo energia até às19h. Há algumas semanas, os escritórios públicos têm funcionado apenas no período da manhã.

O presidente Nicolás Maduro anunciou na TV estatal que os fins de semana mais longos servirão para aumentar o aporte do governo no setor energético: “Todas as sextas, serão sem trabalho, a partir desta semana durante abril e maio. Teremos finais de semana maiores para incrementar o aporte público”.

A Venezuela está em alerta devido à seca. A vizinha Colômbia também sofre com a falta de chuvas, mas o racionamento de água e luz é feito em escala bem menor. A oposição admite os efeitos da estiagem, mas culpa o governo pela falta de infraestrutura do país para se proteger.

Os venezuelanos já enfrentam há anos desabastecimento, inflação de mais de 700% e índices de violência muito elevados. A crise política também é grande. Nesta quinta-feira (07), opositores que pediam a realização de um referendo revocatório do mandato de Maduro foram agredidos com pedras por chavistas. Entre os feridos na confusão, estavam políticos da oposição, como o ex-candidato a presidente Henrique Capriles.

Reportagem: Victor LaRegina