Para sair da crise, Governo volta atenções para julgamento de chapa no TSE

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2017 06h35
Michel Temer - efe

Os últimos dias no Palácio do Planalto foram de reuniões com advogados para buscar uma saída jurídica para a crise, com ministros, para avaliar o tamanho do problema, e com aliados para que o presidente Michel Temer reafirme o discurso de que é preciso manter o foco e garantir a aprovação das reformas.

A Ordem dos Advogados do Brasil promete apresentar nesta quinta-feira (25) um novo pedido de impeachment contra Temer.

Dentro do Governo, no entanto, ninguém acredita que o presidente da Câmara, o deputado Rodrigo Maia, vai aceitar qualquer um dos pedidos.

As atenções se voltam mais uma vez para o julgamento da cassação da chapa no Tribunal Superior Eleitoral no dia 6 de junho.

O clima, que já foi de otimismo, agora é de apreensão.

Nesta quarta-feira (24), a Esplanada dos Ministérios estará fechada ao trânsito por conta das manifestações que estão sendo organizadas pelas centrais sindicais. A segurança foi reforçada e os principais prédios públicos cercados.

*Informações da repórter Luciana Verdolin