Parlamentares evitam especular sobre sucessão de Michel Temer

  • Por Jovem Pan
  • 26/05/2017 06h23

Efraim Filho será o presidente da CPI dos Fundos de Pensão

Agencia Brasil Efraim Filho

As conversas em torno de uma possível sucessão ao presidente Michel Temer têm sido frequentes no Congresso desde a semana passada.

Percebendo a situação delicada do chefe do Executivo, líderes de partidos da base tentam encontrar uma saída que gere menos turbulência e atritos políticos.

Nomes como os do ex-ministro Nelson Jobim, do senador Tasso Jereissati e do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso começam a ser ventilados. Publicamente o discurso é outro.

Parlamentares tentam tirar o foco da situação do presidente para não alimentar mais especulações e não aumentar a pressão para deixarem a base.

O líder do DEM na Câmara, deputado Efraim Filho, afirmou que o importante é continuar tocando as votações no Congresso. “Acredito que não é hora de se falar em nomes, é hora de pensar no Brasil”, disse.

Na última quarta-feira (24), a base aliada aproveitou que a oposição saiu do plenário em protesto ao decreto assinado por Temer que convocou as Forças Armadas.

Em cerca de uma hora, foram votadas sete medidas provisórias.

O deputado Darcísio Perondi (PMDB) minimizou os comentários de bastidores: “a conversa, a especulação, são normais em qualquer partido. Ainda mais quando um presidente reformista é atacado da forma que foi atacado na semana passada”.

Para a semana que vem, o objetivo da base é continuar colocando o foco nas votações. Porém, dessa vez vão encontrar uma obstrução pesada da oposição, como aconteceu na terça e quarta durante a tarde.

*Informações do repórter Levy Guimarães