Parlamentares querem prorrogação de CPI da Merenda para novos depoimentos

  • Por Jovem Pan
  • 26/10/2016 09h27
cpi da merenda

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que apura o superfaturamento e pagamento de propina em contratos da merenda escolar em São Paulo ouve nesta quarta-feira (26) o funcionário da Secretaria da Educação, Yuri keller, e Sebastião Misiara, presidente da união dos Vereadores do Estado.

Yuri Keller foi o responsável pela avaliação da chamada pública que contratou a Coaf (Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar), que é tida como pivô do esquema.

Já Misiara teria sido o responsável pela mediação de contratos com as prefeituras.

Também na Assembleia Legislativa de São Paulo, há a preocupação dos parlamentares se a CPI pode ou não ser prorrogada. A expectativa é de que com uma eventual prorrogação, novos depoimentos possam ser convocados.

Nesta terça-feira (25), o presidente da Alesp, Fernando Capez, prestou depoimento ao Tribunal de Justiça. O depoimento sobre o andamento da Operação Alba Branca, no entanto, segue sob segredo de Justiça.

Confira as informações de Tiago Muniz: