Pesquisas regionais mostram Hillary a frente de Trump em Ohio

  • Por Jovem Pan
  • 23/08/2016 09h26
MR04 WASHINGTON (ESTADOS UNIDOS) 05/07/2016.- La virtual candidata demócrata a la Casa Blanca, Hillary Clinton, pronuncia un discurso durante la 95ª asamblea de la Asociación Nacional de Educación (NEA) celebrada en Washington, Estados Unidos hoy, 5 de julio de 2016. La Asociación Nacional de Educación es el mayor sindicato de profesores del país. EFE/Michael ReynoldsCandidata democrata Hillary Clinton - EFE

Certas pesquisas eleitorais nos Estados Unidos são mais importantes do que outras. Com um sistema de votos de delegados, os levantamentos regionais contam mais do que o cenário nacional.

É o caso de Ohio, o mais célebre “swing state”, Estados cujos resultados são imprevisíveis e que acabam definindo o próximo presidente.

A democrata Hillary Clinton, que já tem uma vantagem nas pesquisas nacionais, também lidera em Ohio.

De acordo com levantamento da University de Monmouth, ela tem 43% dos votos contra 39% de Donald Trump. Quem tem uma boa votação no Estado é o libertário Gary Johnson, com 10% dos votos.

Os números também mostram outra realidade da eleição americana. O republicano conta com o apoio de 83% dos seus correligionários. Já Hillary Clinton desfruta de 88% de apoio dos democratas.

Trump tem menos de três meses para recuperar o prejuízo, a última mudança foi a troca do chefe da campanha na última semana após um escândalo de corrupção envolvendo o ex-presidente da Ucrânia.

No fim de semana, o republicano teria inclusive defendido medidas mais justas para os imigrantes em reunião com hispânicos. Ele negou que está voltando atrás, apenas defendendo um tratamento humano a eles.

*Informações do repórter Victor LaRegina