Petrobras realiza manobras para reduzir impacto da greve nacional dos petroleiros

  • Por Jovem Pan
  • 06/11/2015 16h51
Greve dos Petroleiros

 A Petrobras conseguiu reduzir parcialmente o impacto da greve nacional dos petroleiros, iniciada no domingo (01/11). Para isso, a companhia teve que abrir mão de equipes de contingência, principalmente em unidades com maior produção. Na quinta-feira (05/11), a redução na produção de barris de petróleo foi de 127 mil unidades. É um número expressivo, porém menor do que o observado em dias anteriores. Na quarta, a redução foi de 134 mil, na terça, 178 mil, e na segunda, 273 mil barris.

A Petrobras informou que algumas unidades marítimas estão sob controle de grevistas sem a devida autorização da companhia. A estatal está tomando as medidas judiciais cabíveis para retomar o controle da produção em algumas unidades importantes na Bacia de Campos, no norte do Rio de Janeiro, que é responsável por cerca de 65% da produção nacional de petróleo.

Os petroleiros estão em campanha salarial, mas querem mais do que isso. Reivindicam também mudanças no plano estratégico da companhia. Eles são contra a redução de investimentos, anunciada pela diretoria da Petrobras, e contra o programa de vendas de ativos, chamado desinvestimento.

A Petrobras afirmou que não vai ceder em relação a esses tópicos. Já sobre a proposta de reajuste salarial, de 8,11%, disse que o valor atende a expectativa dos funcionários e vai ao encontro das necessidades da empresa, que passa por um momento de ajuste de caixa. A intenção da empresa é a de voltar a crescer daqui a 3 ou 4 anos, de forma saudável e sustentável.

Por enquanto, não há perspectiva do fim da paralisação dos petroleiros, que já provocou uma redução de aproximadamente 700 mil barris de petróleo na produção nacional da Petrobras.