PF prende envolvidos em distribuição pela internet de material de abuso infantil

  • Por Jovem Pan
  • 13/04/2017 11h03
Hacker

Polícia Federal prende seis pessoas em investigação contra distribuição pela internet de material contendo atos de pedofilia.

A Operação Acervo Proibido foi deflagrada na manhã desta quarta-feira (12). As apurações começaram em 2015.

Nesse ano, a delegacia da PF em Sorocaba identificou que um morador da cidade distribuía vídeos e fotos com registros de abusos sexuais contra crianças e adolescentes.

A partir daí a corporação identificou outros 20 endereços em dez Estados e no Distrito Federal onde outras pessoas também cometiam o mesmo crime.

A Justiça Federal autorizou buscas e apreensões nestes locais; seis pessoas foram presas no cumprimento dos mandados desta terça.

De acordo com a PF, esses arquivos eram compartilhados com uma rede internacional de pedófilos.

A polícia brasileira encaminhou informações para a Interpol sobre crimes realizados na Alemanha, Emirados Árabes, Equador, Espanha, Estados Unidos, Países Baixos, México, Nicarágua e Peru.

Os investigados no Brasil vão responder pelo crime de estupro de vulnerável, previsto no Código Penal.

Eles também devem ser indiciados por mais três crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente envolvendo o registro e distribuição de imagens de sexo com a participação de menores.

*Informações do repórter Tiago Muniz