Picciani anuncia novas cirurgias, mas descarta licença da presidência da Alerj

  • Por Jovem Pan
  • 26/04/2017 07h46
Brasília - O presidente da Alerj, Jorge Picciani, durante coletiva sobre o acordo que prevê empréstimos ao Rio de Janeiro de R$ 6,5 bilhões (Valter Campanato/Agência Brasil)Jorge Picciani - abr

O presidente da Alerj vai fazer nova cirurgia para retirada de próstata e bexiga, mas garante que não vai se afastar por tempo indeterminado da presidência da Assembleia Estadual do Rio.

Jorge Picciani afirmou, nesta terça-feira (25), que vai passar por uma nova cirurgia para tratamento do câncer. Ele disse que vai necessitar de cerca de quatro meses para sessões de quimioterapia.

Apesar de todo o cenário, Picciani afirmou que não vai se licenciar da presidência da Casa e pretende dividir as sessões com o presidente interino, André Siciliano (PT). Ele irá comandar algumas sessões, mas as mais importantes terão Picciani a frente das votações.

Apesar da saúde fragilizada e ser alvo da força-tarefa da Lava Jato, Picciani tem relevância política no Estado e normalmente conduz com rédeas curtas os parlamentares e as votações dentro da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro.

*Informações do repórter Rodrigo Viga