PM é preso após assassinar ex-namorada a tiros na zona leste de SP

  • Por Jovem Pan
  • 12/01/2017 06h26
PM é preso após assassinar ex-namorada a tiros na zona leste de SP - rep

Policial Militar é preso em flagrante após assassinar ex-namorada na região de Itaquera, na Zona Leste de São Paulo. O soldado Márcio da Silva Lima, de 31 anos, que trabalhava no setor administrativo do Copom, foi detido no início da madrugada desta quinta-feira (12), após se apresentar na Primeira Companhia do 39º Batalhão, responsável pela área.

Ele é acusado de matar, com muitos tiros, a ex-namorada, a universitária Janaína Mitiko, de 32 anos. O crime ocorreu no final da noite desta quarta-feira em frente à residência da jovem.

Após um ano e meio de namoro, Janaína decidiu romper a relação na véspera do Natal, após ser agredida pelo policial. Segundo familiares, de lá para cá, ele passou a ameaçar a estudante em ligações e por mensagens em redes sociais. Horas antes de cometer o crime, o PM avisou um amigo do que iria fazer.

De acordo com a Polícia Civil, Márcio foi até a casa da ex-namorada e ficou aguardando dentro do carro. Janaína voltava da academia quando foi surpreendida pelo ex-namorado, que passou a agredi-la e, em seguida, efetuou vários disparos.

O soldado ainda retornou ao veículo, recarregou a pistola e voltou a atirar. Foram pelo menos 15 tiros. Atingida principalmente na cabeça, Janaína morreu no local.

O policial fugiu, mas se entregou horas depois e foi encaminhado ao 24º Distrito Policia, da Ponte Rasa. Após ser autuado em flagrante pelo homicídio, o soldado foi transferido para o presídio militar Romão Gomes, na Zona Norte da cidade.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore