PM está preparada para agir com rapidez, garante Alckmin sobre transtornos em SP

  • Por Jovem Pan
  • 28/04/2017 09h36
Com a proposta de revitalizar o centro de São Paulo e atender a demanda de moradia, o governo paulista acaba de anunciar a concessão do terreno 18 mil m² da antiga rodoviária para construção de habitações populares através de Parceria-Público-Privada, a PPP. Foto: Ciete Silvério/ A2imgGeraldo Alckmin

O Estado de São Paulo sente desde as primeiras horas da manhã desta sexta-feira (28) as complicações por conta da greve geral.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), questionado se a PM estaria preparada para a fase final das manifestações desta sexta, garantiu que há efetivo máximo nas ruas para trabalhar com rapidez e evitar maiores transtornos no final da greve. “Estamos preparados para agir rápido, estamos preparados também para o término do movimento, que nos movimentos anteriores, na dispersão final, às vezes teve problemas maiores”, completou.

Alckmin relembrou ainda o ato de vandalismo na Linha 8 nesta manhã: “a linha aérea foi vandalizada”, e lamentou que os sindicatos de trens e Metrô tenham desobedecido as determinações judiciais de operarem com 80% de seu efetivo no horário de pico.

“A Polícia Militar se preparou para o dia de hoje com toda a orientação de garantir o direito de ir e vir. A Justiça determinou que trem e Metrô funcionasse, mas não foi cumprido. Os sindicatos serão multados. Estamos trabalhando para colocar as linhas de Metrô em funcionamento”, disse.

Confira a entrevista completa: