Polícia e MP prendem quatro vereadores por fraudes em contratos na Grande SP

  • Por Jovem Pan
  • 24/08/2016 06h55
Reprodução Câmara Municipal de Carapicuíba - REP

Operação da Polícia Civil e do Ministério Público prendeu quatro vereadores e ex-secretária de administração de Carapicuíba, na Grande São Paulo. As prisões, determinadas pela 1ª Vara Criminal da cidade, ocorreram no início da noite desta terça-feira (23) durante a sessão na Câmara Municipal.

Agentes do SIG, Setor de Investigações Gerais, de Barueri, e uma equipe da Promotoria de Justiça detiveram os vereadores Elias Fernandes Cassundé, Carlos Roberto Mendes Peixoto e Orcival Crepaldi, todos do PPS, e Jéferson Soares de Macedo, do PSDB.

Ali também foi presa a ex-secretária de administração municipal Elaine Cristina Pereira, filiada ao PT, atualmente professora da rede estadual. Outras duas pessoas tiveram a prisão decretada, mas não foram encontradas e são consideradas foragidas da Justiça: Everaldo Francisco Silva, atual candidato do PT à prefeitura da cidade, e o ex-deputado estadual e atual secretário de Gestão, Isaque Reis.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, todos integravam esquema que fraudava contratos em várias áreas da administração municipal. Além disso, os vereadores criavam concursos públicos cujos resultados eram manipulados para favorecer candidatos indicados por eles.

Em contrapartida, as pessoas beneficiadas se comprometiam a votar nos acusados.

Todos foram conduzidos para prestar depoimento no SIG de Barueri, onde foram indiciados por falsidade ideológica, organização criminosa, compra de votos e prevaricação, que é o crime praticado por funcionário público.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore