Polícia prende 53 pessoas, armas, drogas e cerca de R$ 50 mil na Cracolândia

  • Por Jovem Pan
  • 23/05/2017 06h30
Policiais cercam área da cracolândiaPolícia realiza megaoperação na cracolândia neste domingo

Cinquenta e três pessoas foram presas na operação da Cracolândia no último final de semana. Além disto, foram apreendidos dois revólveres, três pistolas, 12,3 quilos de crack, 6,5 quilos de maconha, cocaína, haxixe, ecstasy, LSD, lança perfume e cerca de R$ 50 mil.

O secretário de Segurança Pública de São Paulo, Mágino Alves Barbosa Filho diz que o tráfico que era bastante sofisticado na região foi extirpado. “Chamou atenção nas apreensões o uso de maquininha de cartão de crédito”, disse.

O delegado geral do Denarc, Departamento de Narcóticos, Ruy Ferraz Fontes, afirmou que entre os presos há membros da cúpula da facção criminosa PCC que atuam na região, além de atacadistas da venda de drogas e alguns pequenos distribuidores.

Ainda de acordo com o delegado, pelo menos 20 pessoas já foram identificadas e a polícia já está no encalço. “Nós atacamos os traficantes, eles foram presos e aqueles que não foram serão”, garantiu.

O comandante-geral da Polícia Militar indicou que o patrulhamento foi reforçado na região com mais 80 homens por tempo indeterminado, além dos 120 que já atuam na área.

Segundo Nivaldo César Restivo esta tropa adicional ajudará a manter a estabilidade do local, sem desfalcar o atendimento em outros bairros.

Anderson Alves, militar que desertou do Exército, foi identificado fazendo a segurança da facção, trabalhando como atirador de elite.
De acordo com os governos estadual e municipal, a megaoperação na Cracolândia deve marcar o início da reurbanização do centro de São Paulo.

*Informações do repórter Daniel Lian