Prefeitura de SP garante ação emergencial contra infestação de pernilongos

  • Por Jovem Pan
  • 11/01/2017 07h50
Mosquitos da dengue aedes aegypti geneticamente modificados de Piracicaba - EFE

Moradores da Zona Oeste de São Paulo estão preocupados com a invasão de pernilongos. Há registros de casas em que mais de 50 insetos são mortos todas as noites e os companheiros dos moradores têm sido os inseticidas e repelentes.

Caso da jornalista Regina Terraz, moradora há 19 anos da região de Alto de Pinheiros. Regina e os moradores da região já fizeram um abaixo assinado virtual que beira as 8 mil assinaturas pedindo providências das autoridades.

Segundo os vizinhos, um dos causadores da infestação pode ser o prédio abandonado do Hospital Panamericano.

Na região do Butantã também há reclamações, como conta a dona de casa Maria Garcia.

Para evitar doenças transmitidas pelo mosquito, como dengue, zika e chikungunya, o skatista Rafael Félix conta como se protege.

A prefeitura de São Paulo informou que uma ação emergencial será realizada nesta quinta-feira, a partir das 7h, para eliminar focos de pernilongos no Rio Pinheiros.

A força-tarefa irá reunir 20 agentes com aplicação de larvicida biológico granulado para focos de larvas e inseticida para controle de insetos adultos.

A região foi escolhida porque a Coordenadoria de Vigilância Sanitária identificou quantidade de larvas acima do normal.

Agentes da Sucen, ligados ao governo estadual, irão reforçar a ação do município realizando visitas domiciliares nos bairros da Lapa, Butantã, Cidade Ademar, Santo Amaro e Capela do Socorro.

A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, sobre o prédio do Hospital Panamericano, informou que periodicamente são realizadas limpeza e inspeções de agentes, sendo que a última inspeção nesta segunda-feira.

A Secretaria também informou que está em desenvolvimento o projeto para reforma e adequação do local, que deve acabar em junho.

Confira a reportagem completa de Fernando Martins: