Prefeitura e governo de SP anunciam aumento em abordagem a dependentes químicos na Cracolândia

  • Por Jovem Pan
  • 24/05/2017 07h09
Cracolândia

Prefeitura de São Paulo e governo do Estado anunciam aumento das abordagens a dependentes químicos na região da Cracolândia.

Nesta terça-feira (23), 240 agentes da Saúde e da Assistência Social do Estado e da Prefeitura fizeram o trabalho de convencimento dos usuários de drogas.

Os dependentes se espalharam por várias ruas no entorno de onde ocorria o fluxo e a concentração maior está localizada na Praça Princesa Isabel.

O secretário estadual de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, ressaltou que a dispersão era esperada e facilita o trabalho das equipes. “Eu quero descartar que a questão da dispersão era esperada, o que cabe agora a nós é irmos atrás de todos esses grupos, mas isso facilita o trabalho de abordagem. Estava impossível abordar no fluxo”, disse.

Pesaro disse que o trabalho das equipes teve início após a segurança na região ter sido restabelecida pela ação policial.

O secretário municipal de Saúde, Wilson Pollara, disse que os dependentes químicos estão sendo monitorados constantemente pela Guarda Civil Metropolitana: “nós estamos monitorando através da GCM, que está nos enviando relatórios contínuos de onde se formam os grupos e estamos caminhando equipes para abordar essas pessoas onde quer que elas estejam. O que precisamos é que elas aceitem a nossa ajuda”.

Moradores e comerciantes relatam que a insegurança e os assaltos no bairro de Campos Elíseos cresceram após a operação do fim de semana.

*Informações do repórter Anderson Costa