Prestes a completar um ano, torcida única em clássicos será mantida, diz SSP-SP

  • Por Jovem Pan
  • 03/04/2017 06h46

Torcida do Palmeiras vai ser embalada pela música de Kekel

Cesar Greco/Ag. Palmeiras Torcida do Palmeiras vai ser embalada pela música de Kekel

Medida de torcidas únicas em clássicos de São Paulo será mantida, garantiu Secretário de Segurança Pública do Estado.

Mágino Alves Barbosa Filho afirmou que as ações adotadas têm dado certo. Mas não foi desta vez que bandeiras e instrumentos musicais foram autorizados a entrar nos estádios. As torcidas organizadas seguem vetadas.

“Nós chegamos à conclusão que devemos manter todas essas medidas em que pese o fato de admitirmos que as torcidas vêm tendo comportamento diferente do comportamento que tinham pouco tempo atrás. Então a convivência das torcidas com o torcedor comum está mostrando que isso é possível. Hoje o ambiente é 100% seguro dentro dos nossos estádios”, disse o secretário.

A reportagem da Jovem Pan solicitou à Secretaria de Segurança Pública dados que indiquem tal diminuição da violência nos estádios de São Paulo apontados pelo secretário. Não obtivemos resposta aos questionamentos até o fechamento da reportagem.

Apesar da falta de números para comprovar, Mágino Alves Barbosa Filho, expôs a repercussão positiva das medidas: “nós diminuímos sensivelmente as ocorrências e diminuímos em 100% o número de confrontos entre torcidas”.

Nesta terça-feira (04), a adoção de torcidas únicas em clássicos completa um ano.

No Jornal da Manhã desta segunda, a Jovem Pan apresentou a nota enviada pela Secretaria de Segurança Pública sobre a adoção da torcida única. Confira:

“A Secretaria da Segurança Pública esclarece que o Comando de Policiamento de Choque da PM, responsável pelas partidas de futebol, observou uma queda nos embates de torcidas após adoção da medida em São Paulo. Se fizermos um comparativo dos jogos do Campeonato Paulista, podemos observar que no ano passado ocorreram cinco jogos com seis confrontos, esse ano foram os mesmos cinco jogos, porém não tiveram confrontos.  Além disso, o público aumentou de 290 mil torcedores em 2015 para 361 mil no ano passado, de acordo com dados apontados em reunião entre a Secretaria da Segurança Pública de São Paulo, o Ministério Público, a Federação Paulista de Futebol e representantes dos quatro grandes clubes paulistas”.

*Informações do repórter Felipe Palma