Previsão para safra 2016 ainda é de queda; entenda

  • Por Jovem Pan
  • 09/10/2016 13h02
Grãos

O programa “A hora do Agronegócio” deste domingo (09) aborda, entre outros assuntos, a projeção do IBGE para a safra agrícola de 2016.

O instituto piorou a previsão no final de setembro. A estimativa caiu 1,2% em relação ao mês de agosto. Isso representa 2,2 milhões de toneladas produzidas a menos..

A piora foi detectada na produção de algodão, cacau, café, canefóra, feijão (1ª, 2ª e 3ª safras), milho (1ª e 2ª safras) e sorgo.

O motivo para essas projeções negativas está ligado ao clima. Em algumas áreas tem chovido demais, enquanto em outras quase não há preciptações.

Caso as previsões do IBGE se confirmem, a colheita de grãos, oleaginosas e leguminosas será de 183,9 milhões de toneladas, o que represetna uma queda de 12,3% em relação à 2015.

Negociação das dívidas

O presidente Michel Temer sancionou a lei que renegocia e dá desconto à dívidas rurais de agricultores.

Serão beneficiados trabalhadores atingidos por intepéries e estiagens nos últimos anos.

As regiões levadas em consideração são das Superintendências de Desenvolvimento do Nordestes e da Amazônia, o que inclui o Mato Grosso.

A nova lei autoriza a concessão de descontos para a quitação ou renegociação de divida até o fim de dezembro de 2017.

Os descontos valerão para os agricultores que pegaram empréstimos de até 15 mil reais, com o prazo máximo até 2011.