Quer dizer que Lula não atendeu José Dirceu ao telefone?

  • Por Jovem Pan
  • 19/01/2015 10h51

É, não atendeu, não. Tratei, em dois posts, da grave infeção que toma o país: a petistite. Você sabem como é… Às vezes, os micro-organismos acabam passando, em razão de fatores ambientais e outros, por derivações. O vírus Petralha corre o risco de sofrer uma dessas mutações… Vamos ver.

Reportagem da VEJA desta semana informa que José Dirceu está inquieto. O homem que, segundo o STF, é um corruptor, o corrupto ativo propriamente, ligou para Lula, que é, inequivocamente, o poderoso chefão. O Zé está a fim de bater papo. O Zé não se conforma com algumas coisas que estão em curso, especialmente com o destino que, tudo indica, aguarda Renato Duque, ex-diretor de Serviços da Petrobras e, para surpresa de ninguém — afinal, a petistite é uma síndrome — indicado para o cargo pelo próprio Dirceu.

Segundo Paulo Roberto Costa, Duque era o homem que comandava a arrecadação de propina para o PT. A ser verdade o que diz, a diretoria de Serviços, a cargo do petista, era a que cobrava o pedágio mais alto. Até uma boa parte do dinheiro arrecadado pelo próprio Costa, que operava para o PP, tinha de ser remetida a Duque — que nega tudo. Nega, é? Uma coisa é certa: Pedro Barusco, um mero gerente subordinado a Duque, aceitou devolver US$ 97 milhões. Vamos ser óbvios: quando o subordinado topa devolver quase R$ 260 milhões, a gente se vê tentando a indagar quanto não foi roubado pelo chefe. Mas cabe aos órgãos competentes tentar chegar aos dados.

Dirceu, que indicou Duque, teme pelos desdobramentos da investigação. Que o petrolão vá condenar à cadeia uma nova penca de petistas, isso parece inequívoco. Duque, até agora, tem sido de uma fidelidade de fazer inveja a Delúbio Soares. Vai continuar assim? Talvez Dirceu quisesse debater esse e outros temas correlatos com Lula. Mas Dom Lulone não atendeu o telefone nem ligou de volta. Pediu a Paulo Okamoto — o seu faz-qualquer-coisa — que telefonasse para o condenado. E Okamoto perguntou: “Do que você está precisando, Zé?”

O Zé ficou muito bravo: “Você acha que vou ligar para pedir alguma coisa? Vocês me abandonaram há muito tempo!”. Por que o homem fala de abandono numa situação como essa? Vai saber. Barusco, o segundo de Duque, disse que seu chefe arrecadou propina em 60 contratos e que parte da roubalheira foi parar nas mãos de João Vaccari Neto, tesoureiro do PT. E também empreiteiros já confessaram que a dinheirama irrigou campanhas do partido.

Lula, até agora, saiu ileso de tudo isso, não é? Em encontro recente, recomendou que os petistas andem de cabeça erguida. Eles andam, claro! A pertiste, provocada pelo vírus Petralha, começa por corroer o caráter do hospedeiro. O que o Zé queria? Ninguém sabe. Talvez conversar com Dom Lulone sobre os futuros presos do petrolão.