Renan determina novo pente-fino para identificar supersalários no Senado

  • Por Jovem Pan
  • 18/11/2016 06h39
Brasília - Presidente do Senado, Renan Calheiros na votação da PEC que inclui a mulher vítima de violência entre os beneficiários da política de assistência social prevista pela Constituição (Wilson Dias/Agência Brasil)Renan Calheiros - Agência Brasil

Mesmo criticado por juízes e representantes do Ministério Público por conta da polêmica dos supersalários, o presidente do Senado, Renan Calheiros, determinou um novo levantamento para identificar servidores do Senado que recebem acima do teto constitucional.

Segundo Renan, o objetivo é mapear funcionários cedidos por outros órgãos ao Senado e que acumulam vencimentos. “Eu acabei de anunciar uma medida adicional no Senado, das pessoas que estão servindo ao Senado. Se essas pessoas estiverem ganhando acima do teto, isso não pode continuar a acontecer”, disse.

O presidente do Senado voltou ainda a criticar entidades de juízes que o acusam de retaliação após instalação de comissão que vai passra pente-fino nos supersalários dos Três Poderes.

A maioria dos salários que furam o teto administrativo de R$ 33.700 é do Poder Judiciário, e é visto por parte dos juízes como uma espécie de vingança dos políticos às operações realizadas no País.

*Informações do repórter Arthur Scotti