Santa Casa de SP recebe socorro de R$ 360 mi da Caixa para equilibrar contas

  • Por Jovem Pan
  • 07/12/2016 07h42
Santa Casa de São Paulo

Caixa autoriza liberação de R$ 360 milhões para Santa Casa de Misericórdia de São Paulo.

A assinatura do empréstimo, que pretende ajudar na reestruturação financeira da instituição, contou as presenças do presidente da República, Michel Temer, do ministro da Saúde, Ricardo Barros, do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, do presidente da CAIXA, Gilberto Occhi, e do provedor da Santa Casa de São Paulo, dr. José Luiz Setúbal.

O provedor ressaltou o atual custo de R$ 9 milhões mensais – pagos somente em juros. “Na verdade esse empréstimo é uma reestruturação das dívidas. Não é algo que vá aumentar a dívida. Será usado para pagar dívidas com os bancos e levar para a Caixa Econômica”, explicou.

José Luiz Setúbal assumiu em junho de 2015, após uma crise financeira e denúncias de corrupção que levaram praticamente o fechamento da Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, que atende anualmente mais de 2,5 milhões de pacientes.

*Informações do repórter Marcelo Mattos