Sargento do Exército é morto a tiros por ladrões de moto na Marginal Tietê

  • Por Jovem Pan
  • 10/10/2016 06h08
O Governador Geraldo Alckmin , acompanhado de Dona Lu, Alaide Quercia, chega para inauguracao da Ponte Estaiada Orestes Quercia, que contou com a presença do Vice Presidente Michel Temer. Local: São Paulo/SP Data: 27/07/2011 Foto: José Luis da ConceiçãoMarginal Tietê - José Luis da Conceição/ GOVESP

Sargento do Exército é morto a tiros por ladrões de moto na Marginal Tietê, no Pari, região Central de São Paulo. O latrocínio – roubo seguido de morte – ocorreu na noite deste domingo (09), na pista expressa da marginal, no sentido da Rodovia Ayrton Senna.

Elisandro de Andrade Silva, de 42 anos, pilotava uma motocicleta Yamaha 660 cilindradas preta quando foi abordado por dois ladrões, em outra moto.

Na tentativa de escapar, o primeiro-sargento da Polícia do Exército acelerou e foi perseguido por cerca de quatro quilômetros.

Mas, 300 metros após a Ponte da Vila Guilherme, o bandido emparelhou com a moto do sargento, e o garupa anunciou o assalto.

Não se sabe se houve reação ou se o criminoso simplesmente atirou, atingindo duas vezes a cabeça do militar, que caiu com a motocicleta.

O sargento do Exército morreu no local, e a dupla fugiu, levando apenas a arma do militar.

O caso foi registrado no 8º Distrito Policial, do Brás/Belém, e vai ser investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, o DHPP.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore