SP cederá subsídio para compra de lotes para moradias de interesse social

  • Por Jovem Pan
  • 30/08/2016 07h02
Reprodução/Facebook Convenção Secovi

O governo do Estado de São Paulo cederá subsídio para famílias comprarem lotes para construção de moradias de interesse social. A iniciativa foi celebrada em convênio entre a Secretaria de Estado da Habitação e a CDHU, nesta segunda-feira (29), durante abertura da Convenção 2016 do Secovi, o sindicato da habitação.

Serão beneficiadas famílias com renda de até cinco salários mínimos. O programa de Lotes Urbanizados visa dar facilidade para construir, de maneira regular, a casa própria.

Rodrigo Garcia, secretário estadual de Habitação, explicou que em três meses, empresas loteadoras serão credenciadas para poder ofertar os lotes.

“Os loteadores que têm eventualmente estoque de lotes produzidos e não vendidos ou têm loteamentos aprovados ainda a serem implantados, terão oportunidade de abrir credenciamento e dizer que em certas condições têm disposição de comercializar e vender o lote. Estamos estimando para 2017, 12 mil lotes. Óbvio que vai depender de onde esses lotes serão ofertados”, disse.

Outras medidas para desenvolver o setor também foram anunciadas, como a a realização de um feirão da casa própria.

O governador Geraldo Alckmin explicou quem se enquadra para participar nesta primeira etapa. “A gente espera fazer o Feirão da casa Própria em novembro, começando com 2 mil unidades e focos nos funcionários públicos do Estado ou famílias que estão no auxílio-moradia”, ressaltou.

Ainda está previsto o lançamento de um aplicativo que dará acesso a todos os lotes aprovados e aos que estão em fase de aprovação, para garantir transparência e rapidez aos processos.

*Informações do repórter Fernando Martins