SP publica edital para concessões de linhas do Metrô e monotrilho

  • Por Jovem Pan
  • 01/12/2016 07h52

Após a conclusão das obrasDIV - Governador Geraldo Alckmin mostra linha 5-Lilás do Metrô

O governo de São Paulo divulga nesta quinta-feira (1) o edital para as concessões das linhas 5-Lilás, do Metrô, e 17-Ouro, do Monotrilho, à iniciativa privada. O modelo do negócio será o de outorga fixa de entrada.

O consórcio vencedor pagará à Secretaria Estadual dos Transportes Metropolitana um determinado valor para assumir a operação dos ramais.

Após o início das atividades, a empresa passaria a ser remunerada pelo governo do Estado, por passageiro transportado.

O secretário estadual dos Transportes Metropolitanos, Cloadoldo Pelissoni, explicou que a companhia ficará com uma parte da tarifa paga pelo usuário.

“Nós remuneraríamos a empresa, o consórcio, R$ 1,69 por passageiro transportado. Uma tarifa média do sistema, que hoje o passageiro paga R$ 3,80 para andar em quantas linhas ele necessite”, disse.

Pelissioni lembrou que o edital foi colocado em consulta pública e poderá receber sugestões até o dia 20 de dezembro.

O consórcio vencedor da licitação deve ser anunciado em abril de 2017 e prazo da concessão será de 30 anos.

A linha 5-Lilás opera, hoje, com sete estações, entre as estações Capão Redondo e Adolfo Pinheiro e deve ser expandida até Chácara Klabin.

Já a linha 17-Ouro, do monotrilho, ligará o Aeroporto de Congonhas à estação Morumbi da CPTM. O ramal chegou a ser prometido para 2014, mas deverá ser entregue em 2019.

Atualmente, apenas a Linha 4-Amarela do Metrô é administrada pela iniciativa privada.

O governo de São Paulo pretende conceder, também, as linhas da CPTM a um consórcio de empresas.

*Informações do repórter Vitor Brown