Suspeito de tentativa de assalto contra policial em SP é preso no ABC paulista

  • Por Jovem Pan
  • 03/08/2016 06h14
O governador Geraldo Alckmin durante entrega de viaturas para as polícias Civil e Militar para a Capital e Grande São Paulo. Data: 27/03/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIAPolícia Civil - Fotos Publicas

Preso mais um criminoso envolvido em tentativa de assalto contra policial civil na Zona Norte de São Paulo. Fábio Palozo da Câmara, de 36 anos, foi detido nesta terça-feira (02) no Bairro Montanhão, em São Bernardo do Campo, no ABC, por agentes da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (DISE) do município.

Câmara é apontado como um dos autores da tentativa de assalto contra o policial civil Fernando Alves da Silva, de 39 anos. O crime ocorreu no dia 13 de maio na região da Vila Maria.

Na ocasião, Silva havia acabado de sacar R$ 5 mil de uma agência bancária e, após deixar o blocal, não percebeu que estava sendo seguido. O dinheiro era para pagar os pedreiros de uma obra da empresa do pai do agente, que estava em seu veículo com a mulher, um amigo e o filho, um bebê de apenas seis meses.

A ação foi gravada por câmeras de segurança: no momento em que Silva estaciona o carro em frente à empresa, na Rua Amambaí, dois ladrões passam pelo carro em duas motos.

Em seguida, o investigador desce do veículo e retira o filho, que estava na cadeirinha, no banco de trás. É neste momento que um terceiro bandido, identificado como Thiago Vinicius Brandão da Silva, de 26 anos, surge, aponta uma arma e anuncia o assalto.

O criminoso passa a revistar o agente, mas não encontra a arma dele, uma pistola calibre ponto 40. Em um momento de distração do assaltante, o policial, mesmo com o filho nos braços, saca a arma e atira, atingindo a perna do suspeito.

O bandido ainda tenta correr, mas cai no meio da rua e é imobilizado pelo investigador e por vizinhos.

Após os disparos, Fábio Palozo da Câmara e um terceiro assaltante fogem, deixando o comparsa baleado para trás. Identificado após investigações, Câmara acabou preso onesta terça, quando abastecia o carro em um posto de combustível, e não reagiu.

Ele foi conduzido à sede da DISE de São Bernardo, onde foi indiciado. Segundo a Polícia Civil, o criminoso e os comparsas costumavam realizar pelo menos três assaltos em saídas de banco por dia.

*Informações do repórter Paulo Edson Fiore