Tarifas do transporte não sofrerão aumento “até o fim de 2017”, garante Doria

  • Por Jovem Pan
  • 05/10/2016 10h28

Faixas exclusivas serão ativadas quando houver algum tipo de interrupção no trânsito

Ônibus na Avenida Paulista - SPTrans

O prefeito eleito João Doria (PSDB) garantiu que as tarifas de ônibus e Metrô não sofrerão aumento “até o fim de 2017”.

Com proposta de orçamento menor para o ano que vem, o tucano defendeu a boa gestão para a suplementação de recursos. Em conversa com o governador Geraldo Alckmin, ficou mantida também a preservação do valor da tarifa de trilhos até o final do ano que vem.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, João Doria disse que irá analisar com calma a licitação vencida do Metrô e elogiou a atitude do prefeito Fernando Haddad (PT) em não deliberar sobre o assunto com a chegada do fim de seu mandato.

Sobre os dados dos contratos, Doria disse que ainda não os recebeu, mas que devem ser entregues a ele já na primeira reunião de transição a ser realizada na sexta-feira, às 10h.

IPTU

Com a crise econômica no País, Doria também negou um aumento do IPTU.

“Terá seu valor atualizado, mas não aumento real. É correção da inflação”, disse.

Ciclovia

Carro-chefe da gestão Haddad, as ciclovias sofrem críticas constantes pela falta de manutenção e pela escolha dos locais onde foram implantadas.

Sobre elas, Doria disse que irá manter as que estão funcionando bem. “Onde não tem ciclista e prejudica o comércio varejista, vamos retirar. Onde foram bem implantadas, serão mantidas e preservadas pelo setor privado”.

Sobre a privatização, Doria destacou que será como o empréstimo de bicicletas feito pelos bancos Itaú e Bradesco:: “Não será concessão com ônus. Vamos colocar o setor privado para fazer isso com identificação discreta, mas para que seja compensatória e resulte em ciclovias que vão funcionar”.

Confira a entrevista completa: