Temer: Governo pode fazer ajustes na terceirização via reforma trabalhista

  • Por Jovem Pan
  • 05/04/2017 07h36
fábrica

Michel Temer admite a possibilidade de fazer ajustes na lei de terceirização via reforma trabalhista. Ele deu as declarações em São Paulo em um evento promovido por um banco privado de investimentos nesta terça-feira (04).

O presidente da República reafirmou a opinião do Governo de que a terceirização vai incentivar a geração de empregos sem prejuízo aos trabalhadores.

Michel Temer disse ainda que se algum aspecto da nova lei for contestado, ele poderá ser alterado até por meio da reforma trabalhista. “Tenho certeza que a terceirização vai incentivar o emprego, não tem um prejuízo sequer aos trabalhadores”, disse.

O presidente lembrou ainda que a lei sancionada ele, originada da Câmara, falava mais de trabalho temporário do que terceirização.

Michel Temer disse ainda que os vetos que os dois vetos ele impôs ao projeto foram motivados pelo fato de que esses pontos já seriam contemplados pela Constituição federal.

*Informações do repórter Tiago Muniz