Temer se esforça, mas base aliada ainda apresenta divergências

  • Por Jovem Pan
  • 29/09/2016 10h22
JLX18 NUEVA YORK (ESTADOS UNIDOS), 20/09/2016.- El presidente brasileño, Michel Temer, antes de pronunciar su discurso durante el debate del 71 periodo de sesiones de la Asamblea General de Naciones Unidas, en la sede del a ONU en Nueva York, Estados Unidos, hoy, 20 de septiembre de 2016. EFE/JASON SZENESMichel Temer EFE

Mesmo com o esforço do presidente Michel Temer em unir a base aliada, ainda existem divergências.

O relator do projeto que define o teto dos gastos públicos – uma das prioridades do Governo -, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS) reuniu-se com técnicos e representantes da equipe econômica do Governo e disse que irá incluir Estados e municípios. Antes, o peemedebista dizia que excluiria ambos do limite dos gastos.

A tendência quanto a este projeto, ainda segundo o deputado, é de que seja colocado em votação já na próxima semana, passadas as eleições municipais.

José Maria Trindade, repórter da Jovem Pan em Brasília, destacou o que deve ser prioritário na agenda de votações no Congresso.

Confira: