Tentativa de assalto à PMs com arma de brinquedo termina em morte

  • Por Jovem Pan
  • 25/04/2016 07h12
SP - TENTATIVA ASSALTO CASAL PMS/MORTE BANDIDO - GERAL - Bandido é morto durante tentativa de assalto a casal de PMs, em frente a uma oficina mecânica, na Estrada de Itapecerica, na Vila Prel, em São Paulo (SP), na noite deste domingo (24). Ednaldo da Silva Souza estava acompanhado de um comparsa no momento em que abordou as vítimas. Ao ver o suspeito com a arma em punho, o PM sacou a pistola que trazia consigo e atirou várias vezes. Desarmado, o outro assaltante saiu correndo e conseguiu fugir. 25/04/2016 - Foto: NIVALDO LIMA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOHomem é morto durante tentativa de assalto a casal de PMs

 Um bandido foi morto a tiros ao tentar assaltar um casal de PMs à paisana na região do Campo Limpo, na Zona Sul de São Paulo. Ednaldo da Silva Souza estava acompanhado de um comparsa no momento em que abordou as vítimas, no final da noite deste domingo (24).

A dupla percebeu um casal conversando no interior de um Vectra branco, estacionado sobre a calçada, em frente a uma oficina mecânica, no número 2.237 da Estrada de Itapecerica, na Vila Prel. Armado, Souza abordou pelo lado da passageira e anunciou o assalto, enquanto o seu colega, desarmado, se aproximou do motorista.

O que eles não esperavam era que as vítimas fossem, na verdade, dois policiais militares, que estavam em horário de folga e, consequentemente, à paisana. Ao ver o suspeito com a arma em punho, o PM sacou a pistola que trazia consigo e atirou várias vezes.

Atingido no rosto, peito, braço e virilha, Souza caiu dentro do carro, pela janela, mas a policial abriu a porta e o lançou para fora. Como estava desarmado, o outro assaltante saiu correndo e conseguiu fugir. Uma equipe de resgate dos Bombeiros chegou a ser acionada, mas, quando os socorristas chegaram, o ladrão já estava morto. A arma utilizada no assalto era, na verdade, uma réplica, e o casal de PMs nada sofreu. O caso foi registrado no Departamento de Homicídios e Proteção á Pessoa, onde será investigado.