TJ-RJ pede ao STF novo bloqueio de contas do Estado para pagar servidores

  • Por Jovem Pan
  • 28/03/2017 06h52
Arco-íris ao entardecer visto da Estátua da Justiça. Foto: Fellipe Sampaio/SCO/STF (06/10/2011)Estátua da Justiça que fica em frente ao Supremo Tribunal Federal (STF) em Brasília

Em meio à crise financeira sem precedentes no Estado do Rio de Janeiro, nova guerra entre o Tribunal de Justiça e o governo estadual.

O presidente do TJ do Rio, Milton Mendes, esteve nesta segunda-feira (27), em Brasília, para, pessoalmente, pedir ao Supremo Tribunal Federal o arresto das contas do governo do Estado no valor de R$ 275 milhões.

O objetivo é conseguir dinheiro para pagar servidores, juízes e desembargadores.

Recentemente, havia sido selado um acordo em que o governo estadual se comprometia em repassar a verba para pagar os servidores até o dia 20 de cada mês. Como isso não foi feito, o presidente do TJ está apelando ao Supremo.

Esta não é a primeira vez que o Executivo e Judiciário do Estado batem de frente. O pagamento de servidores do Judiciário fluminense já foi alvo de batalha judicial nos tribunais do Estado.

O governador do RJ, Luiz Fernando Pezão, aguarda ansiosamente a votação do projeto de recuperação dos Estados que dará um alívio aos cofres públicos.

*Informações do repórter Rodrigo Viga