Transporte sobre trilhos em SP deve funcionar durante greve, ordena Justiça

  • Por Jovem Pan
  • 27/04/2017 06h48
O governador Geraldo Alckmin durante entrega de dois novos trens para a Linha 11-Coral-Expresso Leste (Luz-Guaianazes), da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Data: 04/11/2014. Local: São Paulo/SP. Foto: Edson Lopes Jr/A2 FOTOGRAFIACPTM - Fotos Públicas

Governo de São Paulo obtém liminar na Justiça garantindo o direito de locomoção dos cidadãos, durante protestos e greves marcados para esta sexta-feira (28). As reivindicações são contra as reformas trabalhista e da Previdência.

Segundo a Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado, a decisão determina que os sindicatos de metroviários e ferroviários não devem promover a greve total ou parcial do Metrô e dos trens da CPTM. O descumprimento da decisão irá acarretar em multa no valor de R$ 937 mil a cada sindicato.

A liminar não cita o transporte de ônibus.

Na cidade de São Paulo, o funcionário público que deixar de trabalhar será penalizado com a perda do dia de trabalho, anunciou o prefeito João Doria.

*Informações do repórter Felipe Palma