Conheça 8 destinos internacionais imperdíveis e inusitados

  • Por Jovem Pan
  • 03/09/2017 14h13 - Atualizado em 03/09/2017 14h27
Águas termais no deserto do Atacama, no Chile

O Programa Turismo deste domingo (3) fala sobre destinos imperdíveis e inusitados para se conhecer fora do Brasil. São locais que em geral não fazem parte dos destinos mais procurados pelos turistas, mas reservam boas surpresas para quem aposta em um turismo diferenciado.


Anguilla, uma pequena ilha do Caribe  pertencente ao Reino Unido, tem praias paradisíacas e desérticas e três hotéis de luxo, além de tradições britânicas, como carro com motorista do lado direito e chá no final da tarde – apesar do calor.

O deserto do Atacama encanta pelas paisagens de tirar o fôlego, como o Vale da Lua e o Vale do Sol. O tour gastronômico, o passeio noturno para enxergar um dos céus mais estrelados e belos do mundo e a lagoa do sal, onde não se pode afundar, são outras atrações.

O Butão, no alto do Himalaia, mistura o contemporâneo e o medieval, com notebooks e monges. As pessoas que conhecem o local ficam impressionadas pelos campos esverdeados com flores por todo o caminho. O país é conhecido por ser o país mais feliz do mundo.

O Camboja se reconstrói após guerra civil que matou quase um terço da população. Hoje, o país tem uma capital cosmopolita e é um destino místico que se torna um dos mais importantes destinos do sudeste asiático. O lugar abriga ainda o pagode de prata, construído por 5 mil placas de prata, e uma pequena amostra da arte local.

A Islândia, “ilha do gelo”, tem se tornado curiosamente um dos destinos mais quentes do continente europeu. O país conta com águas termais, vulcões e nascentes. Toda a energia local vem de fontes renováveis.

A Polônia, destino mais conhecido desta lista, tem boa infraestrutura. País de contrastes, a Polônia tem homens andando de gravata em Varsóvia e camponeses de vida simples no interior. A Cracóvia é muito bonita e tem uma usina de sal mediterrânea que conta com uma capela e arte local. Já na cidade-natal do Papa João Paulo II você pode conhecer a casa do ex-pontífice católico.

No Oriente Médio, Omã reserva muitas surpresas. Lá você encontra uma das paisagens mais bonitas do Oriente Médio com montanhas altíssimas e vastas praias. O deserto local tem espaço suficiente para diversão e boas fotos em meio às dunas de areia.

Hong Kong não se parece com nenhuma cidade do mundo. Fusão entre o Ocidente e o Oriente, a cidade já foi britânica e hoje pertence à China, mas sempre se apegou às tradições orientais. Uma estátua de Buda de bronze de 34 metros de altura fica exposta ao ar livre no alto de uma montanha. O passeio vale pela mística e pela vista aérea da cidade.

Com agradecimento especial ao Mandala Tours, agência especializada em roteiros exóticos, que ajudou na elaboração deste roteiro.