Dicas de pessoas que decidiram viajar pelo mundo

  • Por Jovem Pan
  • 05/11/2017 15h41
Arquivo pessoalKarina nas Maldivas

Pensando em viajar? Pois acredite, o programa Turismo Jovem Pan de hoje traz histórias de vida que irão te inspirar!

Se você sonha em viajar o mundo, este programa é especial para você. Conversamos com alguns viajantes e eles trouxeram ótimas dicas para quem está pensando em como planejar sua próxima viagem.

Renê Zahr, economista e autor do livro “Deixa eu te explicar uma coisa: desistir nunca, voltar jamais”, iniciou sua jornada pelo mundo aos 21 anos e hoje já conhece mais de 52 países. A decisão não foi nada fácil, como ele conta.

“Pra começar a trajetória de viagem, foi um sonho de criança que eu sempre tive de me atirar no mundo, de ir em lugares exóticos e sem aquela trava de ir um dia aqui, outro dia ali, sem ter um roteiro a seguir. E aos 21 anos eu tomei coragem e larguei tudo: emprego, namorada, faculdade e fui embora. Obviamente, inicialmente eu decepcionei muita gente, amigos, família, todo mundo achando que eu era louco, mas depois no fim deu tudo certo, foi uma decisão acertada”, avalia.

Nossa segunda viajante é a blogueira Karina Sell. Ela nasceu em uma pequena cidade no interior do Mato Grosso do Sul e sempre sonhou em conhecer grandes cidades, pessoas diferentes e muita cultura. “Desde que eu me conheço por gente, eu sempre sonhei em viajar pelo mundo, nunca tive um lugar específico. Eu sempre quis explorar o mundo”.

Tem planejamento, sim

Para começar a desbravar o mundo, é necessário pensar, se planejar e fazer algumas pesquisas sobre os possíveis locais a se conhecer. Mas atenção, não confunda esse tipo aventura com viagens a turismo. Quem explica a principal diferença é o Renê Zahr:

“A viagem de turismo é uma coisa muito mais simples, você define um roteiro, você vai lá uma ou duas semanas e se não der certo na próxima você corrige os erros. Agora a pessoa que quer sair para morar fora, pra se aventurar, pra trabalhar em lugares diferentes aí eu acho que você tem que ter muito claro o que você quer, qual o caminho que você quer seguir até pra evitar de se meter em encrenca.”

Desbravar o mundo pode parecer um sonho, não é mesmo? Seja sozinho, entre amigos ou em família, ao ouvir a palavra “viajar” muitos já se animam e começam a pensar em casa detalhe de cada passeio.

Mas calma, talvez o ideal seja planejar menos para aproveitar mais. Quem nos dá essa dica é o Renê Zahr: “Pra mim, o essencial no planejamento da viagem é não planejar muito. Eu acho que o grande grito de liberdade, que pra mim é o viajar, é você ter aquele quê de não ter certeza de tudo o que vai acontecer”

Mas fica o alerta da Karina, planejar pouco tudo bem. Mas não planejar pode ser um perigo: “Leva um anti-histamínico se te der uma alergia e você tiver em um lugar muito deserto, muito remoto. Procura sites, onde tem postos de saúde, hospitais próximos porque às vezes você pode precisar. Eu não acho que as pessoas devem deixar de fazer alguma coisa que seja o sonho da vida delas ou se elas tem vontade de conhecer algum lugar, mas tenha precaução, sabe”.

Sugestões

E é claro, além de contar um pouco sobre suas trajetórias, nossos convidados também indicaram destinos únicos aos nossos ouvintes. Pedimos para eles destacassem lugares que proporcionaram viagens inesquecíveis.

“A Tailândia foi uma surpresa fantástica, assim como a Índia, o Nepal, todo o sudeste asiático. E hoje, a minha grande paixão é a África, eu tenho viajado bastante pra África, não com tanta frequência quanto eu gostaria, mas conheço vários países lá e são aqueles lugares que mais me dão aquele senso de ter um mistério por trás”.

E aproveitando esse clima, a Karina conta que um de seus lugares favoritos no mundo também fica na África.

“Uma viagem que gostei, que foi diferente foi a Tanzânia, por exemplo, porque você tem esse contato com natureza, com bicho, com praias, as praias são lindas. E depois você tem também essa coisa de tribo, de você ter contato com pessoas que vivem completamente diferente num mundo completamente diferente do seu. É muito legal”.

Mas se a sua opção de passeio é pelas Américas, a Costa Rica pode ser seu destino ideal. Atualmente o Renê mora no país e diz exatamente o que o encantou neste lugar. “Costa Rica eu acho que vale muito a mistura de visita aos vulcões com a praia. É fantástico em uma viagem você unir os dois”.

Confusão

Conhecer e pesquisar sobre o destino também é fundamental. Saber como cumprimentar as pessoas da forma correta, como se portar em locais sagrados e as tradições do país visitado ajudam a entender mais sobre a cultura local e evita gafes. A Karina conta uma confusão que cometeu na Dinamarca:

“Uma vez eu tava em Copenhague e daí eu falei ‘ó, aqui também tem pedinte’, aí meu amigo falou assim: ‘não Karina, é só uma mãe educando o filho’, eu ‘como assim, a criança ta pedindo, ta vendendo brinquedo’, daí ele falou ‘não, é que aqui quando os brinquedos ficam velhos e a criança quer trocar, a mãe vai com a criança, estende os brinquedos e a criança vende os brinquedos. É uma forma dela ver a dificuldade que é de conseguir outro brinquedo’”

Viajar, passear e descansar pode ser uma combinação revigorante. Quando se planeja uma viagem muitas vezes procuramos capitais e grandes centros, hotéis de luxo, conforto absoluto e consequentemente os gastos podem ser bem altos. Mas, segundo Renê, se você puder deixar tudo isso de lado um pouco e investir em um mochilão, aproveite e não perca mais tempo.

“O que eu acho do mochilão é que é o melhor jeito de viajar que tem: pouco dinheiro e muito tempo. O conselho que eu dou é que se você sonha em fazer um mochilão, faça, realize porque é fantástico”

E nossos exemplos inspiradores de hoje mostram que nossos sonhos podem sim se tornar realidade, basta acreditar e correr atrás de cada um deles. Assim como a Karina fez: “Daquela menininha do interior que sonhava em viajar, eu fui explorando, fui explorando, fui explorando, realizando sonho e quando eu vi, você tá ali, conheceu 60 países e muda de país como muda de roupa”.

Acompanhe sempre estas viagens, nas edições da revista GO’WHERE nas bancas, nos tablets e também nos smartphones. Acesse: gowhere.com.br. Semana que vem te espero para mais uma viagem por algum canto do mundo! Até lá!