Uip defende seriedade em investigações de fraudes em compras no HC

  • Por Jovem Pan
  • 02/08/2016 09h58
O governador Geraldo Alckmin durante anúncio da publicação do edital das Parcerias Público-Privadas (PPP) para a construção de três hospitais, um em São José dos Campos, um em Sorocaba e um na capital, o Pérola Byington Nova Luz. DATA: 09/10/2013 LOCAL: São Paulo/SP FOTO: EDSON LOPES JR/A2 FOTOGRAFIA(Arquivo Agência Assembleia) David Uip

O secretário de Estado da Saúde de São Paulo, David Uip, disse ser favorável às investigação que a USP abriu para apurar a ação de uma quadrilha que atuava em um esquema ilegal para compra de marca-passos cerebrais no Hospital das Clínicas.

Aos jornalistas, nessa segunda-feira (1º), em evento no Incor, David Uip disse ser necessário desmontar as máfias que desviam dinheiro. “Primeiro o HC abriu a apuração preliminar. Estamos fazendo a mesma coisa dentro da secretaria. Estamos propondo ainda que se amplie, porque percebemos que foram feitos implantes de pacientes oriundos do País inteiro. Entendo que isso, à semelhança de outras coisas, representam máfias que estão espalhadas não só no País, mas no mundo inteiro”.

O titular da pasta no Estado pediu apuração séria e disse que mudanças no esquema de compra de materiais e insumos já foram feitas: “nós estamos investigando. Não gosto de prejulgar ninguém, por isso quero ter a apuração muito séria e detalhada ao extremo”.

Funcionários do hospital, suspeitos de envolvimento no esquema, foram afastados após a Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagrarem a Operação Dopamina, que levantou as irregularidades, no último dia 18.

*Informações do repórter Fernando Martins