USP contrata empresa estrangeira para reelaborar modelo de gestão

  • Por Jovem Pan
  • 22/09/2016 10h47
Praça do Relógio na USP - Universidade de São Paulo

A Universidade de São Paulo decidiu contratar uma companhia especializada em gestão de empresas para reelaborar o atual modelo de gestão e tentar contornar a grave crise financeira.

A consultoria internacional McKinsey & Company foi a escolhida para o projeto, batizado como “USP do Futuro”.

A companhia é reconhecida como a líder mundial no setor e a expectatitva é de que os especialistas ajudem a instituição a retomar a saúde financeira.

A crise na maior universidade pública do País se intensificou em 2013.

Os gastos da instituição em 2016 devem exceder em R$ 625 milhões o orçamento previsto para o ano. Desde 2014, novas contratações estão congeladas e obras de expansão que seriam realizadas foram suspensas.

Em julho, um plano de demissão voluntária foi aprovado pela reitoria, acelerando a redução no quadro de servidores da instituição.

A USP não informou qual será o valor pago à consultoria, mas declarou que a iniciativa será financiada por um grupo de ex-alunos.

Para o presidente do Instituto Alfa e Beto, o educador João Batista, a medida é bem-vinda e pode ajudar na recuperação da universidade. “O núcleo de consultoria é igual ao de médicos. Quando tem um problema que está fora da sua condição de resolver sozinho, você procura aquele que pode mais te ajudar. Se for bem administrado, eu acho que pode melhorar”, disse.

João Batista acrescentou ainda que a presença de consultorias especializadas em gestão empresarial é comum em universidades dos Estados Unidos e da Europa.

De acordo com a USP, a iniciativa já foi apresentada ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, mas o programa ainda está na etapa inicial.

Por enquanto, técnicos da consultoria têm feito entrevistas com gestores, dirigentes e ex-alunos para diagnosticar qual o quadro atual da instituição, antes da elaboração de novas estratégias.

*Informações do repórter Victor Brown