Vacina contra dengue poderá combater também o vírus zika

  • Por Jovem Pan
  • 15/02/2016 10h05
Vacina

 O Instituto Butantan que trabalha no desenvolvimento da vacina para combater os quatro tipos de dengue, fará a tentativa de incluir também o soro contra o vírus zika na mesma dose. De acordo com o governo de São Paulo, a terceira fase de testes da imunização começará na segunda-feira (22/02) com 17 mil voluntários, sendo que 12 mil serão imunizados e 5 mil receberão um placebo.

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, diz que existe a possibilidade do vírus zika ser envelopado na vacina fabricada pelo Butantan: “A vacina está fabricada, está pronta pelo Instituto Butantan. É uma dose contra os quatro tipos de vírus. Está sendo estudado para envelopar o zika vírus e ela ser pentavalente, mas o que vai ser testado é a dengue”.

O Butantan estima que a vacina poderá ficar pronta em cinco anos e o Instituto Evandro Chagas quer iniciar os testes em seres humanos só em 2017. O pesquisador da instituição, Pedro Vasconcellos, afirma que os primeiros experimentos em animais começam ainda neste ano: “Mais ou menos entre agosto e outubro teremos o início dos testes em camundongos, e depois de completar um ano, desde o desenvolvimento, portanto fevereiro ou março do ano que vem, nós teremos condições de começar os estudos em humanos”.

A ideia do Instituto Evandro Chagas é produzir proteínas que estimulem o organismo a formar os anticorpos contra o vírus da zika. A entidade contará com uma parceria com a Universidade do Texas, que vai realizar ao mesmo tempo testes da vacina em animais.