Vazamento em Cubatão pode gerar sanções à empresa por parte da Cetesb

  • Por Jovem Pan
  • 06/01/2017 07h27
Vazamento químico em Cubatão pode gerar sanções à empresa por parte da Cetesb

A Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) anuncia nesta sexta-feira (06) medidas que deverá tomar contra usina onde ocorreu o vazamento de nitrato de amônio nesta quinta feira (05), no litoral de São paulo, em Cubatão.

Os trabalhadores precisaram ser evacuados do local. Uma fumaça tóxica de cor laranja foi vista em outras cidades da região.

O secretário-adjunto do Meio Ambiente, Antonio Velloso Carneiro, explicou que até o momento a fumaça não causou danos significativos e que o trabalho da Cetesb começou logo após a liberação dos bombeiros.

“Temos em Cubatão três estações automáticas de monitoramento da qualidade do ar. A leitura delas é divulgada on-line na internet e não ouve nenhuma alteração significativa ao longo do dia”, disse.

A Vale afirma que a emissão dos gases gerados durante a queima do nitrato já foi dissipada na atmosfera e que se respirada em grandes concentrações, pode causar irritação do nariz e do trato respiratório superior, além de tosse e dor de garganta.

*Informações do repórter Vitor Moraes