Venda de drogas precisa ser controlada pelo Estado, defende FHC

  • Por Jovem Pan
  • 25/05/2017 07h43
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso participa de debate sobre Reformas da política global sobre drogas: impactos na América Latin, organizado pela Open Society Foundations (Tânia Rêgo/Agência Brasil)Fernando Henrique Cardoso - Ag Brasil

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso volta a defender a legalização das drogas, para combater a violência provocada pelo narcotráfico.

O tucano deu a declaração nesta quarta-feira (24), durante um evento sobre segurança pública, em São Paulo.

A fala acontece em meio à discussão sobre a recuperação dos dependentes químicos que estavam na região da Cracolândia.

Segundo FHC, a venda de entorpecentes precisa ser controlada pelo Estado, e não pelos traficantes. “A droga no Brasil é livre na mão do tráfico. A droga tem que ser regulamentada”, disse.

Fernando Henrique Cardoso compara a situação das drogas ilícitas ao cigarro: “o que fizemos com o cigarro? Foi proibido? Não, mas aqui ninguém fuma”.

O ex-presidente avalia que é preciso “coragem” para intensificar o debate sobre a possível descriminalização das drogas.

Fernando Henrique Cardoso afirma que a decisão de regulamentar a venda de entorpecentes deve ser acompanhada por investimentos em educação.

*Informações do repórter Vitor Brown