Vendas caem e imóveis em São Paulo são desvalorizados

  • Por Jovem Pan
  • 09/12/2015 12h59

 Venda de imóveis na capital paulista de janeiro a outubro deste ano caiu 3,4% sobre o mesmo período do ano passado, segundo pesquisa do Secovi. O documento do sindicato do setor imobiliário atribui o ritmo mais fraco do setor à maior cautela do consumidor diante da crise econômica.

Economista-chefe do Secovi enfatiza que a desaceleração da economia é acompanhada pela redução de 38% nos lançamentos. Em entrevista a Denise Campos de Toledo, Celso Petrucci acentua que outro fator de desânimo é o financiamento mais caro da casa própria: “De 2012 para cá, os juros medianos do financiamento do sistema financeiro de aplicação, envolvendo a poupança e o FGTS já subiu entre 30 e 35%”.

Especialista do setor afirma que o investidor deixou o mercado em busca de ativos mais rentáveis do que casas e apartamentos. Reinaldo Fincati destaca que a redução do valor do metro quadrado afastou quem estava disposto a ganhar dinheiro com imóveis: “A média de todos os lançamentos ocorridos no município de São Paulo, nos dez primeiros meses de 2014, foi de R$ 9.186 por metro quadrado de área útil”. Fincati acrescenta que a desvalorização dos imóveis neste ano será ainda maior se a inflação do período for aplicada aos preços. O especialista também prevê atividade mais lenta no setor em 2016, acompanhando o restante da economia brasileira.