Torcida do Atlético-MG cita Bolsonaro e incentiva assassinato de homossexuais

  • Por Jovem Pan
  • 16/09/2018 21h15
GIAZI CAVALCANTE/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDOParte da torcida do Atlético-MG gritou que "Bolsonaro vai matar viado"

Durante o clássico entre Atlético-MG e Cruzeiro, pelo Campeonato Brasileiro, um canto da torcida do Galo chamou atenção. Parte dos atleticanos provocaram os rivais com uma música que incentiva o assassinato de homossexuais. A partida terminou empatada por 0 a 0.

“Ô cruzeirense, toma cuidado, o Bolsonaro vai matar viado”, cantaram alguns torcedores do Atlético-MG, que costumam usar insultos homofóbicos contra os cruzeirenses.

Nas redes sociais alguns torcedores acharam o canto divertido e apoiaram tanto os atleticanos quanto Bolsonaro, que é frequentemente acusado de ser homofóbico.

Mas um movimento anti-homofóbico ligado ao Atlético-MG, o “Galo Queer”, manifestou repúdio ao que fizeram os torcedores. Eles pediram uma manifestação do clube sobre o assunto, mas isso ainda não aconteceu.