Atentado no Iraque mata 10 soldados e milicianos xiitas

  • Por Agencia EFE
  • 11/09/2015 17h19

Bagdá, 11 set (EFE).- Pelo menos dez soldados iraquianos e milicianos xiitas morreram e outros nove ficaram feridos após a explosão nesta sexta-feira de um carro-bomba ao norte da cidade de Ramadi, a oeste de Bagdá, informou à Agência Efe uma fonte de segurança.

O veículo, dirigido por um suicida, explodiu quando o Exército iraquiano e a milícia pró-governo “Multidão Popular” realizavam operações na região de Al Buiza.

Em Ramadi, capital da província de Al Anbar, 14 pessoas morreram e outras 15 sofreram ferimentos por causa de uma ofensiva aérea do Exército iraquiano contra várias regiões localizadas nos arredores da cidade.

A fonte acrescentou que dois soldados morreram e cinco ficaram feridos em um ataque com morteiro contra o quartel de Al Mazraa, a leste da cidade de Faluja, 50 quilômetros a oeste de Bagdá e também em Al Anbar.

As forças armadas iraquianas, apoiadas com milícias xiitas, enfrentam desde junho de 2014 uma guerra árdua contra o grupo jihadista Estado Islâmico, que conquistou amplas áreas de seu território e proclamou um califado neste país e na vizinha Síria. EFE