Felipe Moura Brasil: Brasil fechou a fronteira com o PT

  • Por Felipe Moura Brasil/Jovem Pan
  • 06/11/2018 08h42
Flickr/Michel TemerBolsonaro terá quatro anos para mostrar o quanto do atraso petista consegue tirar o nosso país

Jair Bolsonaro disse que o Brasil deve receber os imigrantes venezuelanos e, ao mesmo tempo, adotar medidas, eventualmente sanções, contra a ditadura de Nicolás Maduro.

O presidente eleito afirmou também que a União não pode deixar a responsabilidade exclusivamente com os governos locais, como os do Norte do país. “Hoje em dia, você tem que acolher, sim. Não pode deixar a responsabilidade totalmente sob o governo de Roraima e sob o governo de Pacaraima e Boa Vista.”

Futuro ministro da Defesa, o general Augusto Heleno disse que o governo de Bolsonaro manterá o trabalho de recebimento de imigrantes da Venezuela em Roraima e descartou qualquer possibilidade de fechamento da fronteira.

“Esse fechamento da fronteira, quem conhece fronteira da Amazônia, sabe que não vai fechar. É uma proposta que não é realizável. Não vai fechar.”

Bolsonaro e Heleno estão certos.

A fronteira que o Brasil precisava fechar, na verdade, era a que separava o PT do Poder Executivo. Os brasileiros escolheram e conseguiram fechar essa fronteira.

Com isso, impediram o retorno do governo de um partido que ajudou a erguer a ditadura venezuelana não só com apoio político de Lula e Dilma Rousseff, mas também com seus próprios marqueteiros João Santana e Mônica Moura, bancados pela Odebrecht, comparsa do PT no esquema de corrupção da Petrobras.

O caso da estrutura para acolher os imigrantes venezuelanos é ilustrativo de como o governo de Michel Temer não conseguiu resolver em dois anos os problemas deixados por 14 anos de governos do PT e de aliança com ditadores.

Bolsonaro terá quatro anos para mostrar o quanto do atraso petista consegue tirar o nosso país.