Marco Antonio Villa: Exército não rima com política

  • Por Jovem Pan
  • 14/11/2018 10h08
Valter Campanato/Agência BrasilO que chama atenção nos tempos de hoje é que alguns militares estão entusiasmados com os aplausos do público

Exército não rima com política. Nos últimos 30 anos os militares cumpriram e seguiram à risca o que determina a Constituição. O que chama atenção nos tempos de hoje é que alguns militares estão entusiasmados com os aplausos do público. Um caso é o do presidente dos Correios, general Juarez de Paula Cunha, que disse até mesmo que Bolsonaro foi seu subordinado e que fará barulho contra uma eventual privatização.

Confira o comentário completo de Marco Antonio Villa: