Rodrigo Pacheco afirma que comissão mista da reforma tributária não foi extinta

Presidente do Senado esclareceu que, na verdade, houve uma confusão em torno da fala de Arthur Lira

  • Por Jovem Pan
  • 07/05/2021 08h18 - Atualizado em 07/05/2021 17h45
MATEUS BONOMI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDORodrigo Pacheco lembrou ainda que o deputado Aguinaldo Ribeiro já apresentou o relatório da reforma

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, afirmou que a comissão mista temporária da reforma tributária não foi extinta e está perto de concluir os trabalhos. O colegiado é presidido pelo senador Roberto Rocha e tem como relator o deputado federal Aguinaldo Ribeiro. Pacheco fez a declaração em resposta a um questionamento do senador Lasier Martins, que afirmou que o presidente da Câmara, Arthur Lira, teria determinado a extinção da comissão mista. Durante sessão nesta quinta-feira, 6, o presidente do Senado esclareceu que, na verdade, houve uma confusão em torno da fala de Lira. “Não houve nenhum ato de extinção da comissão. Houve uma certa confusão porque houve a extinção em razão dos recursos das sessões da comissão da reforma tributária na Câmara. Não se trata da comissão mista do Congresso. Lembrando que essa comissão mista não tem previsão regimental.”

Rodrigo Pacheco lembrou ainda que o deputado Aguinaldo Ribeiro já apresentou o relatório da reforma. “Ela tem um caráter propositivo, que é o trabalho do Aguinaldo Ribeiro. E será concluído na próxima semana pelo presidente Roberto Rocha. Isso fará com que a comissão entregue à Câmara uma proposta de reforma tributária para o Brasil.” Mais cedo, o senador Roberto Rocha garantiu que o objetivo do colegiado é chegar a um texto que concilie as principais propostas em tramitação. A comissão mista da reforma tributária terá ainda dois encontros, um previsto para ocorrer ainda hoje e outro no dia 11 de maio para avaliação de emendas ao texto do relatório do deputado Aguinaldo Ribeiro e votação final.

*Com informações da repórter Letícia Santini