BBB 20: Deputado vai acionar Ministério Público para apurar apologia à zoofilia

O deputado estadual Bruno Lima (PSL-SP) afirmou que vai entrar com uma representação no Ministério Público do Rio

  • Por Jovem Pan
  • 27/01/2020 16h30
Reprodução/GloboMari Gonzalez fez fala polêmica sobre zoofilia

O deputado estadual de São Paulo Bruno Lima (PSL) afirmou que vai acionar o Ministério Público do Rio de Janeiro para apurar uma suposta apologia à zoofilia feita no BBB 20.

O caso aconteceu no domingo (26), quando Mari Gonzalez e Felipe Prior estavam conversando sobre o assunto dentro da casa. A digital influencer disse que “está tudo bem” se as pessoas sentirem atração e quiserem manter relações sexuais com animais.

“É anormal pra gente, mas é normal pra pessoa. E tudo bem também a pessoa querer comer um animal”, afirmou Mari, que é ex-panicat. “Tem gente que fica excitado, que transa com animal.”

Pelo Instagram, Bruno Lima, que também é delegado de polícia, afirmou que vai abrir uma representação no MP do Rio. “Após esse triste episódio do BBB20, em que batem um papo sobre zoofilia, nossa equipe está estudando as medidas legais do que podemos fazer para não ficarmos só na teoria. Provavelmente vamos fazer uma representação no Ministério Público do Rio de Janeiro para apurarem os fatos. Zoofilia é crime, não é normal. Queria vê-los fazendo resgate de animal estuprado e falarem que é normal”, afirmou em um post que foi banido pela rede social.

Em outro post, Lima pediu para que as pessoas não deixassem o assunto cair no esquecimento. “Já realizei milhares de resgates, dentre eles, de animais abusados sexualmente como essa cadelinha da foto. É triste demais o estado do animal após agressão, ficam totalmente coagidos e muito machucados! Zoofilia JAMAIS SERÁ NORMAL”, escreveu.